Templates da Lua

Créditos

Templates da Lua - templates para blogs
Essa página é hospedada no Blogger. A sua não é?

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Micose fungóide

Definição:
Micose fungóide é forma rara do linfoma de células T da pele (cutâneo); a doença é tipicamente lentamente progressiva e crônica. Em pessoas com micose fungóide, a pele torna-se infiltrada com placas e nódulos que são compostos por linfócitos. Em casos avançados, tumores ulcerados e infiltração dos linfonodos pelas células da doença podem ocorrer. A desordem pode se espalhar para outras partes do corpo, incluindo o sistema gastrintestinal, fígado, baço ou cérebro

Curiosidade:
N
egros são 1,7 vezes mais afectados que os brancos e os asiáticos 0,6 vezes menos que os brancos .


Micose Fungóide é um linfoma de células T , que primariamente afecta a pele , com disseminação para os nódulos linfáticos e vísceras , ocorrendo mais tarde no decurso da doença . É caracterizada por grandes linfócitos T malignos ( denominadas células micóticas ) , que tem núcleo hipercromático, lobulado irregularmente , cerebriformes e um fenótipo de células T auxiliares .

Fibromialgia


A fibromialgia é uma condição crônica caracterizada por dor muscular e articular generalizada, assim como pontos específicos de sensibilidade aumentada, principalmente no pescoço, coluna, quadris e ombros. Embora possa acometer todas as faixas etárias, a fibromialgia acomete mais indivíduos entre os 35 e 50 anos, tendo uma preferência notável por mulheres (cerca de 10 a 15 mulheres para cada homem).

É uma doença de distribuição universal, não havendo diferença quanto a raça, cor ou condição sócio-econômica. Os estudos de prevalência mostram que cerca de 3 a 5% das mulheres adultas e 0,5 a 0,8% dos homens sofrem dessa doença. No Brasil, estima-se que 5% das consultas em clinica médica e 30% das consultas em reumatologia, sejam devidas à fibromialgia.

O que causa a Fibromialgia?

A fibromialgia não tem uma causa definida, sendo influenciada por alterações climáticas, estresse emocional, grau de atividade física, etc. Dentre as diversas possíveis causas de fibromialgia estão: distúrbios infecciosos (infecção pelo HIV, por exemplo), reumatológicos (lúpus), endocrinológicos (hipotireoidismo), neurológicos, neoplásicos (mieloma múltiplo) e mesmo psiquiátricos (distúrbios de ansiedade).

Como é feito o diagnóstico?

Por não haver qualquer tipo de exame laboratorial ou exame específico de confirmação, o diagnóstico da fibromialgia baseia-se na queixa de dor crônica difusa (acima, abaixo e em ambos lados da cintura) por pelo menos 3 meses, associada ao achado de no mínimo 11 dos 18 pontos dolorosos, definidos pelo Colégio Americano de Reumatologia. Um ponto é considerado doloroso quando o paciente sente dor aplicando-se uma força de aproximadamente 4Kg. Um dos pontos dolorosos é a região lateral das nádegas, na sua parte mais alta.

É importante frisar que o diagnóstico de fibromialgia não elimina a necessidade de investigar a presença de outras doenças, especialmente em pacientes mais idosos.

Outras doenças podem ter sintomas semelhantes aos da fibromialgia?

Devido ao grande número de sintomas que podem ser encontrados, deve ser feito diagnóstico diferencial com outras doenças como hepatite, hipotireoidismo, diabetes mellitus, distúrbio eletrolítico, esclerose múltipla e câncer. A presença concomitante de qualquer outra doença não exclui o diagnóstico de fibromialgia.

sábado, 5 de dezembro de 2009

Infarto do Miocárdio

video

O vídeo está em inglês, mas dá pra entender como acontece um infarto do miocárdio.

Alergia

CHOQUE ANAFILÁTICO

Anafilaxia é um tipo de alergia e bastante perigosa. Trata-se de uma doença que afeta todos os órgãos do corpo humano, levando a problemas respiratórios, inchaço nos lábios, língua e garganta, náuseas, vômito, dor abdominal, queda da pressão, convulsões e perda de consciência, podendo chegar à morte. Esses sintomas aparecem rapidamente após o contato com o agente desencadeador da alergia - o que, muitas vezes, deixa pouco tempo para o atendimento hospitalar. A reação anafilática acontece como resposta do organismo a determinada substância alergênica. Os principais fatores desencadeantes são alimentos (camarão, amendoim), látex (borracha), medicamentos (penicilina, principalmente) e venenos de insetos (picadas de vespas, abelhas, formigas).

Diga NÃO ao Ato Médico

http://www.atomediconao.com.br/

Microscopia


Rim. Processos: Hipotrofia. Isquemia. Hipertensão arterial. Observamos à direita, rim cuja artéria renal foi estenosada experimentalmente. Neste rim a acentuada redução do fluxo sanguíneo (isquemia) pela estenose arterial produz acentuada hipotrofia dos túbulos e glomérulos. A hipotrofia glomerular é representada pela redução de seu volume, deixando um espaço subcapsular aumentado. A hipotrofia tubular reduz o espaço interglomerular e os glomérulos são vistos mais próximos uns dos outros. Este rim produz grande quantidade de renina. À esquerda da figura, observa-se rim que permaneceu com artéria normal em animal com isquemia do rim do lado oposto (descrito acima). A isquemia de um dos rins leva a hipertensão arterial. A maioria das alterações observadas neste rim com artéria normal deve-se aos efeitos da hipertensão arterial e em menor parte ao aumento das exigências funcionais por causa da redução da função excretora do outro rim. Há dilatação tubular acentuada e os gloméulos são pouco numerosos.


Isquemia